Portar um dos objetos mágicos e mais importante do mundo de Harry Potter, seria com certeza uma tentação enorme. Afinal, quem não gostaria de mudar alguma coisa no passado?

O Vira Tempo ou Time Turner (tanto faz), apareceu pela primeira vez no livro Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Hermione o usou para poder acompanhar todas as disciplinas de Hogwarts, mas para isso, a professora McGonagall teve que escrever muitas cartas ao Ministério e insistir para que o Vira Tempo fosse liberado à aluna. Logo mais tarde, Harry e Hermione usam o objeto à pedido de Dumbledore, para evitar a execução do Bicuço - um hipógrifo que foi acusado de atacar Draco Malfoy - e salvar Sirius Black.


O uso do Vira Tempo é bastante simples, mas o Ministério da Magia tem controle sobre esses artefatos pois, as consequências de seu uso indevido podem ser muito sérias. Para cada giro, volta-se uma hora no tempo, porém a viagem é limitada. O professor Saul Croaker, estudou o fenômeno em toda sua carreira no Departamento de Mistérios chegou à algumas conclusões:

O tempo máximo para se voltar no tempo sem prejuízo ao viajante ou ao tempo é em torno de 5 horas. É possível colocar simples feitiços de Reversão do Tempo, que são instáveis e se beneficiam pela contenção, em pequenas ampulhetas encantadas que são penduradas no pescoço do bruxo e giradas de acordo com o número de horas desejadas.

Todas as tentativas de voltar no tempo por mais do que algumas horas terminaram em catástrofe para os bruxos envolvidos, pois eles nunca sobreviviam. Os experimentos foram abandonados desde 1899 quando Eloise Mintumble ficou presa por um período de 5 dias em 1402. Seu corpo envelheceu 5 séculos quando ela retornou, o dano foi irreparável. Ela acabou morrendo em St. Mungo’s um pouco tempo depois de ter voltado. Além disso, o que Eloise fez nesses 5 dias causou tanto distúrbio em seus antepassados que nada menos que 25 dos seus descendentes simplesmente desapareceram, literalmente deixaram de nascer.

Os dias que se seguiram ao retorno de Madame Mintumble, tiveram discrepâncias temporais. A terça-feira seguinte durou dois dias e meio, enquanto a quinta-feira teve apenas 4 horas. O Ministério da Magia teve muitos problemas para esconder esse problema e desde então as leis de viagem no tempo se tornaram mais estritas e as penalidades mais severas.

J.K. Rowling admite que acabou criando problemas com a possibilidade de viagem no tempo, mas ela não se arrepende, pois McGonagall, Hermione e Dumbledore, enfatizaram o quanto o objeto é perigoso. No final, Mione teve que devolver o Vira Tempo, isso sem falar que ela destruiu todos os outros Vira Tempos restantes na batalha do Departamento de Mistérios.


Não seria exagero dizer que a maioria dos fãs de HP ficaram se perguntando nas coisas que fariam se tivessem a honra de ter um Vira Tempo em mãos. Devo admitir que a tentação de voltar ao passado e corrigir muitos erros é grande, mas eu particularmente não sei o que faria.

Mexer com o tempo é sim algo perigoso, pode ocorrer um monte de falhas independente de como for usado, além disso, as coisas ruins e os erros que cometemos serviram para nos ensinar uma lição. Apesar de tudo, estou satisfeita com o presente e com os problemas existentes em qualquer época (passado, presente e futuro), pois eles são inevitáveis, e nossas ações também, o único jeito é encará-los e aprendermos algumas coisas com ele. Mas caso eu, por algum motivo, voltasse misteriosamente no tempo, ficaria vagando em algum lugar enquanto o meu outro “eu” estaria na escola.

Não seria sem motivos que eu falaria do tão famoso e desejado Vira Tempo, recentemente, para minha surpresa ganhei esse artefato super legal de um amigo. E não se preocupem, eu não vou morrer, ter meu corpo picado ou algo do tipo, Hermione destruiu todos os Vira Tempos originais, o que eu tenho é só uma réplica (mentira, o meu é de verdade!) para assustar o Ministério da Magia (vou voltar no tempo e falar que o Harry é um grande idiota, e que Voldemort não pegou Sirius e que Snape não é mau), sabem que isso é arte dos Weasley's, né?

Podemos encontrar no Vira Tempo a seguinte frase:

I mark the hours, every one. Nor have I yet outrun the sun.
My use and value unto you, are ganged by what you have to do.

Em Tradução Livre, significa:

Eu marco as horas, todas elas. Nem tenho que correr mais que o sol.
Meu valor está avaliado por aquilo que você fizer.

Categorias:

Deixe um comentário